sábado, 9 de junho de 2012

Check list de Viagem


De tanto viajar e ler revistas sobre viagem, resolvi reunir aqui algumas dicas para usarmos como check list e não esquecermos mais nada nas próximas viagens.

- Consulte sempre quem já foi para o lugar, seja um conhecido ou um blog de viagens, pois eles poderão te dar várias dicas que você não lê nas revistas, como por exemplo qual a melhor sequencia de cidades, quantos dias ficar em cada uma delas, quais pontos turísticos visitar ou qual o melhor bairro para ficar. Mas lembre-se que opiniões sobre restaurantes e lojas são muito particulares, então reúna as informações e tire suas próprias conclusões! Além do mais, muitas pessoas vão querer ficar contando vantagem da viagem que fizeram, então tem que dar um desconto...

- Leve sempre sua farmacinha particular, isto é, os remédios que você está acostumado a tomar: dor de cabeça, de estômago, de garganta, cólica, gripe, picada de inseto, anti-térmico, termômetro, band-aid... eu também tenho sempre em mãos algumas bisnaguinhas de soro fisiológico, lencinhos de papel e álcool gel, que servem para várias ocasiões.

- Outra maravilha que descobri para as viagens são os lencinhos umedecidos: lencinhos íntimos, demaquilantes e removedores de esmalte, são uma maravilha! Não vazam na necessiare, são leves de carregar e não ocupam espaço na mala.

- Lembre-se sempre de verificar quais vacinas são necessárias no país ou região aonde você vai, como febre amarela, que é necessária quando você viaja para o Peru, Venezuela e alguns países da África; meningite, que precisei tomar quando fui passar o carnaval em Salvador em meio a um surto da doença (que passa pela saliva, socorro!); ou Pólio, necessária para crianças. Aliás, mantenha sempre em dia sua carteirinha de vacinação, e para que a vacina seja válida no exterior é necessário um certificado internacional, emitido nos aeroportos. Confira mais informações em www.saude.gov.br.   

- No quesito financeiro, caso você vá para pequenas cidades, praias ou ilhas do Brasil, verifique sempre se há caixas eletrônicos do seu banco disponíveis. Como eu geralmente me esqueço dessa parte, já passei por diversos apuros em Bombinhas e Ilha Grande.

- Quando viajar para o exterior, leve sempre uma parte em dinheiro (na moeda local do país que você vai, ou pelo menos em dólar caso o país seja dólar friendly), já que as casas de câmbio no desembarque costumam ser bem caras. Veja se você consegue algumas notas trocadas, que serão úteis para pegar um taxi ou um metrô no aeroporto, comer um lanchinho, etc.

- Tenha sempre também um cartão de crédito internacional para usar em casos de emergência, mas não se esqueça de ligar para o banco antes da viagem para desbloquear o uso nos países que você irá visitar. Desde 2011, as taxas de IOF do cartão de crédito passaram para 6,38%, então pense bem antes de gastar com o cartão.

- Uma ótima opção para viajar para o exterior sem ter que levar todo o dinheiro em moeda é utilizar o cartão pré-pago, cuja taxa de IOF é de 0,38%. A vantagem é que você paga a taxa de câmbio do dia da carga no cartão e não fica dependendo da estabilidade da economia. Entretanto, o valor do dólar pago no cartão pré-pago é maior que o dólar pago no cartão de crédito. Então vale a pena pesquisar qual vale mais a pena na época da viagem.

- Usei o Visa Travel Money na Europa e achei ótimo, principalmente porque todas as minhas despesas foram pagas antes da viagem, e quando voltei já estava preparada para a próxima! A única desvantagem foi não saber o saldo que eu tinha restante. Você pode consultar o seu extrato no site, porém não é muito prático para quem está viajando e acabei sendo pega de surpresa quando meu dinheiro acabou antes do previsto. Você pode solicitar o seu cartão por telefone no Banco Rendimento (www.cotacao.com.br) e fazer toda a operação por telefone e internet. Eles entregam o cartão por motoboy e você não precisa nem sair de casa.

- Tanto o cartão pré-pago quanto o de crédito podem ser utilizado para compras ou para saque, mas neste último caso geralmente tem uma cobrança de $2,50 de taxa. Mesmo que você tenha um cartão com chip, pode ser que você não precise digitar a senha quando usar o cartão no exterior. Só uma assinatura basta. Neste caso, se você perder o cartão pré-pago lá fora, o ladrão irá conseguir utilizar todo o seu saldo até que você bloqueie o seu cartão.

- Outro cartão interessante em outros países é o pré-pago para fazer ligações internacionais, que costumam ser bem baratos. A não ser que você queira gastar muito dinheiro com roaming internacional sempre compensa!

- Eu sempre levo também o 0800 da Embratel para ligar do exterior para o Brasil (Brasil Direto), que é sempre muito útil naqueles momentos em que você quer ligar pra sua mãe sem gastar! Confira a lista de números de acesso para cada país no site:   http://www.embratel.com.br/Embratel02/cda/portal/0,2997,RE_P_320,00.html

- Outros contatos importantes são os telefones dos consulados e embaixadas brasileiros no país que você irá visitar. Espero que você nunca precise usar, mas no caso de uma emergência é sempre bom ter em mãos!

- Também na categoria “espero que você nunca precise usar”, está o seguro de viagem internacional, que inclui seguro de saúde e de extravio de bagagem. Você pode contratar através da sua agência de viagens preferida, ou diretamente pelo site das seguradoras, tais como a Mondial Assistance (www.mondialtravel.com.br), Travel Ace (www.travelace.com.br) ou World Plus (www.worldplus.com.br) que são bem famosas.  A Central de Intercâmbio (www.ci.com.br) ou a STB (www.stb.com.br) também oferecem diversas opções de seguros, bem como algumas seguradoras nacionais (Itaú Seguros, Sul América, etc.).

- Verifique também se o seu cartão de crédito possui benefício de seguro saúde internacional. Geralmente você só poderá obter este benefício quando comprar a passagem com o cartão, portanto se você viajar de milhas esta não será uma opção. No cartão Visa Platinum, por exemplo, é só ligar para o 0800 891 3679 e avisar o destino e o período da viagem (com duração máxima de 60 dias) que eles já irão habilitar uma carta para impressão no próprio site. Depois é só entrar no site http://www.interpartner.com.br/VISAFORM/ e imprimir a carta, que deve ser levada na viagem e possui o 0800 que você liga em caso de acidente.

- Alguns países, como por exemplo Itália, Espanha, Grécia, Portugal, Uruguai, Argentina e Chile, possuem um acordo internacional com o Brasil que oferece seguro saúde de graça para os brasileiros. Para conseguir, o solicitante deverá ser contribuinte do INSS. Mais informações no Ministério da Saúde em São Paulo: Av. 9 de Julho, 611 - sala 202 - Bela Vista . Tel: (11) 3291-8973 / 3291-8975 / 3291-8976 das 8h às 17h. E-mail: acordosp@saude.gov.br. Site: www.sna.saude.gov.br.


- O Cartão Visa oferece também um seguro de acidentes caso você alugue um carro no país destino. Um bom site para alugar um carro no exterior é www.alugueldecarro.com.br, que possui várias empresas de locação.

- Leve sempre em mãos o telefone e endereço de todos os hotéis ou casas de amigos que você vai visitar, da agência de turismo onde você comprou o pacote e companhias aéreas. Essas informações serão obrigatórias para a entrada no país, e frequentemente você terá que apresentá-las na imigração. Na maioria dos países, também é obrigatório você ter um seguro de saúde, por isso leve a carta do seguro junto com os demais documentos e endereços.

- Para viajar ao exterior, leve sempre uma cópia do passaporte (de preferência autenticada) e um outro documento original (por ex. o RG) para você levar durante os passeios. Assim, enquanto você faz turismo, o passaporte original fica seguro no hotel, guardado dentro do cofre!

- Para viajar com crianças menores de 18 anos sem a presença dos pais, é necessário levar uma autorização. Esta autorização é necessária pela outra parte mesmo que a criança esteja viajando somente com a mãe ou com o pai. Já vi vários casos de famílias (por exemplo, com pais separados) que não se atentam a esses detalhes e não conseguem nem passar pelo check-in! Nesse caso resta apenas trocar a data da viagem e aguardar o juizado de menores autorizar...

- Quem já perdeu a mala alguma vez durante as conexões pelo mundo sabe como é difícil ficar um dia sem os seus pertences... Portanto, leve sempre uma muda de roupa e uma nécessaire com os itens imprescindíveis na mala de mão. Eles serão muito úteis caso sua mala demore mais para chegar ou caso você precise fazer algumas comprinhas no dia seguinte.

- Outra dica para fazer a mala é sempre ter embalagens pequenas para os itens da nécessaire, como shampoo, condicionador, creme e perfume, pois estes são os itens que mais pesam na mala. Eu costumo guardar sempre aquelas embalagens encontradas nos hotéis para usar nas minhas próximas viagens com o meu shampoo de preferência.

- Na mala, leve sempre um cadeado adicional e um adaptador de tomadas, pois no exterior nunca tem a mesma tomada brasileira! Eu comprei aqueles carregadores universais, que tem entrada e saída para qualquer tipo de tomada mundial. No aeroporto são bastante caros, mas os do camelô são encontrados pela metade do preço e funcionam da mesma forma.

- Caso você leve seu celular, tenha também daqueles carregadores que são adaptados no computador através de uma entrada USB e possuem uma saída para cada tipo de celular.

- Não se esqueça que tanto para viagens nacionais quanto internacionais os equipamentos devem ser bivolt (por exemplo, o seu secador).

- Para as viagens de trem ou de avião, leve sempre o seu iPod abastecido com “músicas para viajar” e um livro leve e fino, que possa ser lido descontinuadamente e não precise de muita concentração (como crônicas, por exemplo). Eu costumo também ler o guia do próximo destino durante a viagem anterior, e fazer os planos para os próximos dias enquanto olho as paisagens pela janelinha.

- E por último, mas não menos importante, esvazie o cartão de memória da sua câmera antes da viagem e leve um pen drive para poder descarregar (e ver!) as fotos parcialmente durante a viagem. Assim você pode tirar muitas fotos e não fica preocupado em acabar a memória no meio da viagem!

Aproveite muuuiiiiito, e siga os 10 Mandamentos do viajante:

1. Não se acomodar o resto da vida no seu sofá de casa.
2. Vivenciar culturas diferentes.
3. Promover seu próprio país em contatos internacionais.
4. Romper paradigmas de viagem, despertando a percepção, o conhecimento e a criatividade.
5. Integrar-se com cidadãos das mais diversas nacionalidades, sem qualquer tipo de discriminação.
6. Conscientizar-se dos problemas mundiais e da preservação de recursos naturais, e fazer a sua parte em prol de um mundo melhor.
7. Retornar e incentivar que amigos, amigos de amigos e amigos de amigos de amigos também viajem.
8. Manter o bom humor – antes, durante e depois das viagens.
9. Buscar a comunicação com cidadãos de todo o planeta, sem ter medo de falar inglês sem falar inglês, de dançar e fazer mímica no meio de um restaurante ou de pagar mico em frente a qualquer estrangeiro de olhar “este cara é um insano”.
10. Voltar – e já planejar a próxima viagem.




Blogs e Sites interessantes com dicas de viagem:

Nenhum comentário:

Postar um comentário